• Periodontite - causas, consequências, tratamentos.
  • Blog
  • Inicial

Blog

Periodontite - causas, consequências, tratamentos.

Na postagem sobre placa bacteriana (que você pode ler clicando aqui), explicamos que, entre outros problemas, ela pode causar gengivite e periodontite. Sobre a gengivite, você pode buscar informações neste link. Neste post falaremos sobre a periodontite. Como ela surge, o que é, como tratar, quais os riscos de não tratar, entre outros assuntos. Então vamos direto ao ponto!

O que é e como surge a Periodontite?

A periodontite é uma doença que progride da gengivite que não foi tratada, é um estágio mais avançado de problemas causados pela placa bacteriana. É uma doença infecciosa que afeta não somente a gengiva, mas também atinge os tecidos de suporte dos dentes como ossos e ligamentos periodontais (estruturas indispensáveis para que os dentes desempenhem bem o seu papel na saúde geral de um indivíduo), causando degeneração e perda importante de elementos destas estruturas. 

A infecção ocorre com a presença de placa bacteriana e de cálculo dentário (que é o Tártaro, a placa calcificada).

É caracterizada pela formação de bolsas periodontais (a gengiva incha, fica bastante vermelha e descola dos dentes) e recessões gengivais (quando as raízes dos dentes ficam à mostra).

As periodontites podem levar à perda dos dentes. Pois, eles perdem sua inserção e suporte e começam a apresentar mobilidade, que vai aumentando com o passar do tempo, se não houver tratamento. A mobilidade tende a tornar-se tão severa que, em um determinado momento, o dente simplesmente fica solto e cai.

Essa doença ainda pode levar as bactérias nocivas da boca para a corrente sanguínea, causando infecções como a Febre Reumática e problemas cardíacos como a Endocardite, ambos causados pela presença de bactérias no sangue. Os dois podem acometer inclusive indivíduos saudáveis, e em pacientes com problemas cardíacos os cuidados devem ser redobrados.

Tipos de Periodontite

A periodontite pode ser crônica ou aguda.

Periodontite Crônica

A forma crônica provoca inflamação gengival e perda dos tecidos de suporte dos dentes de forma lenta, ou seja, é uma doença em que a destruição óssea vai acontecendo devagar, aos poucos. Uma pessoa sem acompanhamento Odontológico pode apresentar essa doença e nem sequer se dar conta disso. E isso é bastante sério!

Confira algumas características da Periodontite Crônica:

  • Maior prevalência em adultos, mas pode ocorrer em crianças e adolescentes;
  • Quantidade de destruição óssea é consistente com a presença de fatores locais;
  • Tártaro é encontrado frequentemente;
  • Está associada a um padrão microbiológico variável;
  • Ritmo de progressão lento a moderado, mas pode ter períodos de rápida progressão;
  • Pode ser classificada com base na extensão (número de locais envolvidos) e severidade (baseada na quantidade de destruição);
  • Pode estar associada a fatores locais predisponentes (fatores relacionados ao dente);
  • Pode ser modificada ou estar associada a doenças sistêmicas (diabetes mellitus, infecção por HIV e outras);
  • Pode estar associada ao fumo e/ou estresse emocional.

Tratamento:

O tratamento consiste em uma combinação de mudanças de hábitos de higiene, acompanhamento com um especialista em Periodontia e controle das situações que causam predisposição à doença.

Com o acompanhamento periodontal feito pelo Periodontista, podemos incluir:

  • Raspagens sub - gengivais (abaixo da gengiva, nas raízes dentárias) e supra - gengivais;
  • Profilaxias (limpezas dos dentes) em intervalos menores, por exemplo a cada 2 meses;
  • Restaurações em dentes que apresentem cáries;
  • Troca de restaurações quebradas, ou que apresentem excessos e falta de polimento;
  • Extrações de raízes residuais e dentes comprometidos;
  • Controle químico através de colutórios específicos;

Ao paciente, cabe: 

  • Melhora da escovação e fio-dental, segundo as orientações do dentista.
  • Controle de doenças sistêmicas, que possam estar associadas;
  • Diminuição ou eliminação total do cigarro;
  • Controle do Stress.
  • Submeter-se a reavaliação periodontal.

Periodontite Aguda ou agressiva

Essa forma da doença provoca inflamação gengival e perda dos tecidos de suporte dos dentes, de forma rápida. As próprias células de defesa do organismo, ao invés de controlar a inflamação acabam contribuindo com a destruição. É uma doença com forte componente genético que já começa a dar sinais durante a adolescência.

Características:

  • Pacientes clinicamente saudáveis, sem doenças sistêmicas;
  • Rápida perda dos tecidos de suporte do dente;
  • Fator genético envolvido;
  • Quantidade de depósitos de placa e tártaro incompatíveis com a severidade da doença;
  • Proporções elevadas de bactérias que provocam a destruição;
  • Anormalidades nas células de defesa do organismo;
  • Inicia na puberdade.

Tratamento:

O tratamento da forma agressiva é muito parecido com o tratamento da forma crônica.

O Periodontista dispõe das mesmas técnicas e o objetivo é reduzir a presença de bactérias nocivas à gengiva e proporcionar melhores formas de defesa ao organismo.

  • Raspagens sub - gengivais (abaixo da gengiva, nas raízes dentárias) e supra - gengivais;
  • Profilaxia;
  • Restaurações em dentes que apresentem cáries;
  • Troca de restaurações quebradas, ou que se apresentem excessos e falta de polimento;
  • Extrações de raízes residuais e dentes comprometidos;
  • Controle químico através de colutórios específicos;
  • Controle com antibióticos a serem prescritos;
  • Melhora da escovação e fio-dental, segundo as orientações do dentista;
  • Reavaliação periodontal.

Como vimos, a Periodontite é uma doença séria, infecciosa que pode comprometer muito a saúde de um indivíduo. As bactérias presentes na boca de um portador podem chegar à corrente sanguínea e ao coração, agravando problemas e causando infecções com graves riscos à saúde.

O melhor a se fazer sempre é a prevenção. Manter uma boa higiene bucal, consultar o dentista regularmente, tentar controlar o stress e manter uma boa qualidade de vida são conselhos banalizados, mas que realmente funcionam.

E em caso de suspeita de qualquer um dos sintomas relatados aqui, procure um Cirurgião Dentista imediatamente.

blog

Ferramenta: POW Sites